O mundo hoje, vive a pandemia do vírus Sars-Cov-2, causador da COVID19, uma doença que pode gerar quadros de síndrome de insuficiência respiratória grave, levando a óbito. Embora este vírus tenha um tropismo mais relacionado ao sistema respiratório, já foram reportados diversos casos de infecção em outros órgãos do corpo, como rins, intestino e até mesmo coração. No entanto, uma infecção pelo Sars-Cov-2, em sua grande maioria pode ser de forma assintomática ou com sintomas leves. Atualmente, existem diferentes abordagens diagnósticas e clínicas para o monitoramento da doença em relação à sintomatologia, que pode variar entre indivíduos. Recentemente tem se estudado o papel dos níveis de Troponina em pacientes doentes, já que possuir alguma cardiopatia pode ser um dos fatores de gravidade e evolução da COVID19.

A Troponina I (Tn-I) é uma enzima que participa do complexo de proteínas envolvidas na contração muscular esquelético e cardíaco, e em casos de lesão cardíaca, seus níveis aparecem aumentados no soro humano. Diferentes estudos já mostraram que pacientes com COVID19 apresentando altos níveis de Tn-I no soro evoluem para piora no prognóstico da doença. Também é sabido que os níveis dessa enzima são aumentados em casos de insuficiência respiratória grave.

Muitos médicos já solicitam a dosagem na entrada do paciente ao hospital a fim de ter uma conduta terapêutica mais assertiva. Dados recentes da literatura médica mostram que há aumento marginal de troponina ultra sensível em todos os pacientes com Covid-19, sendo esse aumento importante, com valores superiores ao percentil 99 – limite superior de referência, em cerca de 8 a 12% dos casos de Covid-19.

Muitos estudos ainda precisam ser feitos para entender qual o mecanismo envolvido na lesão, podendo ser injúria miocárdica direta, miocardite pelo COVID-19 ou até um infarto agudo do miocárdio. Com os resultados já observados do aumento dos níveis de Tn-I em pacientes graves para COVID-19, monitorar lesão cardíaca pode servir de previsão para a evolução do prognóstico da doença.

Referências:

Cardiac troponin I in patients with coronavirus disease 2019 (COVID-19): Evidence from a meta-analysis. Progress in Cardiovascular Diseases. G. Lippi, C.J. Lavie and F. Sanchis-Gomar. (2020).

ALVES, Bruna. Hospital mede enzima cardíaca para prever evolução de paciente com covid-19. São Paulo: Viva Bem, 10 nov. 2020. Disponível em: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/11/10/enzima-cardiaca-pode-definir-evolucao-de-paciente-com-covid-19-diz-estudo.htm. Acesso em: 23 dez. 2020.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA. SBC. Infecção pelo Coronavírus 2019 (COVID-19). In: Infecção pelo Coronavírus 2019 (COVID-19). Disponível em: http://www.cardiol.br/sbcinforma/2020/20200313-comunicado-coronavirus.html. Acesso em: 23 dez. 2020.

 

Conheça nossa linha de produtos para Diagnóstico da COVID